Propiciar ao corpo a oportunidade de experimentar nova prazeres com o reconhecimento do potencial orgástico que ele possui através de sensações e percepções desconhecidas da mente consciente e sem interferência psicogênica. Despertando todo o potencial sensorial do corpo. Não há sexo inserido no contexto dos atendimentos e não há nenhuma possibilidade de existir relações sexuais entre terapeuta e cliente durante o atendimento.

Não. Não há qualquer tipo de sexo inserido no contexto dos atendimentos.

Na massagem Tântrica o orgasmo genital não é objetivo principal mas pode sim ocorrer. Todo o corpo pode ser transformado em um ”corpo orgástico”, o que possibilita uma enorme variedade de experiências sensuais e eróticas. Mas não há nenhum problemas de se chegar ao orgasmo.

O Tantra ensina que todas as partes do corpo, sem exceção, são igualmente sensíveis e capazes de ter sensações de prazer. Qualquer parte de nosso corpo pode tornar-se sensível, sensual e receptiva.

Sim. Se a massagem tântrica não resolver, a terapia tântrica irá mostrar o melhor caminho para a seu tratamento. Um orgasmo nunca pode ser forçado.

Através do Tantra, o homem pode aprender a expandir sua consciência, fazendo com que ele tenha um ou vários orgasmos, permitindo continuar em constante excitação sem ejacular. O homem aprende a ser dono de sua ejaculação e não vítima dela.

Existe e pode ser tocado, estimulado e sentido. Quando o estímulo é adequado e realizado por um determinado período – que varia de homem para homem – ocorre um aumento significativo nas ondas de prazer.

Sim. Porém, o estimulo da Próstata (ponto P) é uma opção do homem.

Sim, e em geral, pouquíssimas pessoas sabem localiza-lo no próprio corpo. Muitas nem mesmo sabem qual é a forma correta de introduzir os dedos na vagina e nem como manipulá-la de forma a oferecer completo prazer. O Ponto G é uma concentração de terminações nervosas que se traduzem em intenso prazer!

Sim. Porém é uma opção da mulher. Pois ele está localizado na parede interna da vagina.

WhatsApp chat